Apostila Concurso EFOMM 2018

Concurso Marinha Mercante (EFOMM) 2018
concurso Marinha Mercante (EFOMM) 2018 vai preencher 285 vagas no próximo ano. Veja como participar do processo seletivo e aumente as suas chances de ingressar na Marinha do Brasil.

As Escolas de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM) vão realizar um processo seletivo para admissão. O concurso selecionará alunos para dois centros de instrução, que ficam no Rio de Janeiro (RJ) e Belém (PA).

Concurso Marinha Mercante (EFOMM) 2018

Das 285 vagas abertas na Marinha Mercante, 170 oportunidades são par o Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA) e outras 115 para Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (CIABA).

O concurso de admissão vai selecionar alunos para o curso de formação de oficiais da Marinha Mercante, que tem duração mínima de sete semestres. Há duas possibilidades de especialização: Náutica e Máquinas.

O curso é realizado em regime de internato. A Marinha do Brasil se responsabiliza por fornecer alimentação, alojamento, uniformes, assistência médica-odontológica, entre outros benefícios.

Salários Marinha Mercante

Durante o curso, cada recruta recebe um salário de R$ 1.176. Após a formação, existe a possibilidade de construir carreira na Marinha e aumentar a remuneração.

Etapas do processo seletivo

O concurso Marinha Mercante (EFOMM) 2018 é dividido em etapas. São elas:

1ª etapa: Exame de conhecimentos

Consiste numa prova escrita, que cobrará conhecimentos sobre Português, Matemática, Física, Inglês e Redação. A aplicação do exame está agendada para os dias 18 e 19 de agosto de 2018.

2ª etapa: Seleção psicofísica

Entre 18 de outubro a 23 de novembro, os candidatos aprovados na primeira fase serão convocados para a seleção psicofísica. Eles serão submetidos a uma inspeção de saúde para verificar se existe algum tipo de inaptidão para ingressar na Marinha Mercante.

3ª etapa: Teste de suficiência física

Os candidatos classificados na 2ª fase seguem para a 3ª etapa do processo seletivo, que consiste na realização de um teste físico. Serão cobradas atividades como corrida e natação. O teste de suficiência física acontecerá entre 03 a 14 de dezembro de 2018.

4ª etapa: Período de adaptação e verificação de documentos

A 4ª e última etapa do concurso, que acontecerá entre 07 a 27 de janeiro de 2019, irá verificar a documentação dos candidatos. Também será um período de adaptação, antes de oficializar a matrícula no curso NFORM dos centros de instrução.

A matrícula está agendada para 28 de janeiro de 2019.

Quem pode participar?

Para se tornar um oficial da EFOMM, é preciso atender aos pré-requisitos da Marinha Mercante. São eles:

  • ser brasileiro
  • ter idade entre 17 e 23 anos
  • ter concluído o ensino médio
  • não ter antecedentes criminais
  • estar em dia com as obrigações eleitorais
  • estar em dia com as obrigações militares

Inscrições

O prazo de inscrição para o concurso EFOMM 2018 segue aberto de 10 de maio a 08 de junho de 2018. Os interessados em participar do processo seletivo devem acessar o site www.ciaga.mar.mil.br, preencher o formulário de candidatura e pagar a taxa de participação, no valor de R$65,00.

Visite o site da Marinha (www.marinha.mil.br) para acompanhar as atualizações sobre o concurso e conferir as provas anteriores.

Você ainda tem dúvidas com relação ao concurso Marinha Mercante (EFOMM) 2018? Então acesse o edital oficial e confira mais informações sobre o processo se admissão.

Sobre a EFOMM Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante

A Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante – EFOMM é uma Universidade do Mar, um centro de referência para a formação de Oficiais da Marinha Mercante altamente qualificados, não só do Brasil, mas também para jovens cujo país de origem não tenha uma Escola de Marinha Mercante, ou para jovens cujo país de origem possua intercâmbio de alunos, como Peru, Panamá, Equador, República Dominicana, etc. O Brasil atende como referência para a América Central, América do Sul e Parte da África. Isso atesta o nível de capacitação profissional a que o Oficial brasileiro se lança no mercado.

Na EFOMM são formados Oficiais em duas opções de curso: o de Náutica e o de Máquinas. Tanto no curso de náutica quanto no de máquinas, os alunos estudam na Escola em regime de internato durante 3 anos. O curso terá dois períodos e será desenvolvido em oito semestres, a saber:

  • Período Acadêmico: composto de seis semestres letivos em regime de internato, com dedicação exclusiva do aluno e estruturado em um sistema serial anual, dividido em dois semestres; e
  • Período de Estágio: compreendendo dois semestres embarcado para o curso de Náutica e um semestre embarcado para o curso de Máquinas, cumprindo estágio supervisionado.

As atividades de ensino serão desenvolvidas nos Centros de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA) eAlmirante Braz de Aguiar (CIABA) e compreendem:

  • Atividades acadêmicas – desenvolvidas em salas de aula, laboratórios, a bordo de embarcações, plataformas, terminais marítimos, estaleiros e simuladores;
  • Atividades militares – desenvolvidas com vistas à formação militar-naval e compreendem disciplinas curriculares, embarques, formaturas, cerimônias e eventos cívico-militares, serviço diário, prática de liderança e atividades de rotina das Organizações Militares; e
  • Atividades extraclasse – destinam-se a complementar o curso e compreendem palestras, seminários, filmes, visitas, atividades sociais e esportivo-culturais, de interesse para a formação do aluno.

Após o término do 3º ano, o aluno realizará, obrigatoriamente, o Estágio de Praticante, denominado Programa de Estágio (PREST), a bordo de embarcações mercantes utilizadas na navegação marítima e no apoio marítimo, exclusivamente em empresas indicadas pelos Centros de Instrução. Durante os semestres acadêmicos, os alunos são militares, conforme previsto no Estatuto dos Militares, por estarem realizando a Formação de Oficiais da Reserva da Marinha. Após a declaração de Praticantes, os alunos são desligados do Serviço Ativo da MB, incluídos como Guarda-Marinha na Reserva, de acordo com a legislação em vigor. Como alunos civis, passam a ser regidos pelas Normas do Ensino Profissional Marítimo (EPM) e o Regimento Interno dos Centros de Instrução. Ao terminar o curso, o aluno será declarado Bacharel em Ciências Náuticas (curso de nível superior), e passará a integrar o Quadro de Oficiais da Reserva não remunerada da Marinha do Brasil, no posto de 2º Tenente.